CIA LAMÍNIMA LEVA TEATRO E CIRCO AOS EXTREMOS DE SÃO PAULO DENTRO DE UM ÔNIBUS

Por

O ônibus chega, estaciona, dele saem atores e palhaços e começa uma apresentação gratuita.

Para ampliar o acesso ao circo-teatro e excursionar por diferentes locais, que nem sempre contam com espaços apropriados para apresentações artísticas, a companhia LaMinima adquiriu um “ônibus palco”. Em outubro, o ônibus percorre uma série de bairros periféricos da cidade de São Paulo, e teve inicio pela Cidade Tiradentes, no Centro Cultural Arte em Construção, no dia 04 de outubro.

A ideia é a inclusão de todos, tornando o teatro (e a vida cultural) uma prática cotidiana e inserida na vida da população. Como a intenção é não deixar ninguém de fora, o projeto é voltado para as pessoas presentes no local em que o circo for armado – crianças, jovens, adultos e idosos, ou seja, pessoas de todas as idades.

O ônibus, fabricado em 1986, foi inteiramente adaptado para se tornar um espaço para as apresentações. As janelas se tornam balcões, o interior do veículo, coxias, e o palco se projeta do interior do ônibus e ganha complemento com a paisagem do entorno, nas praças, coretos, jardins ou terrenos próprios dos lugares onde o ônibus será estacionado.

Apresentaremos um espetáculo de variedades, onde os atores apresentarão reprises, entradas e esquetes por meio de temas populares de fácil alcance, que mesclam técnica e virtuose circense à representação dramática, buscando reunir os talentos dos artistas múltiplos em um divertido espetáculo de variedades.

As apresentações são gratuitas e acontecem de 4 de outubro a 6 de novembro em diversas regiões da capital paulistana – de Cidade Tiradentes a Horto do Ipê, de Parelheiros a Brasilândia, entre dez espaços selecionados.

O foco é descentralizar o acesso à cultura, horizontalizando o fomento de novos circuitos, de novos produtores e de novos públicos, levando o teatro e o circo a diferentes populações, que nem sempre conseguem frequentar teatros.

Neste primeiro momento, as apresentações se concentrarão em parques e praças administrados pela prefeitura da cidade, mas poderão se estender a outros locais como feiras, coretos, e todos os espaços abertos dispostos a receber o LaMínima.

Palhaços nas Ruas

O projeto tem realização da Prefeitura de São Paulo e é uma parceria com a ONG Palhaços sem Fronteiras, instituição internacional presente em 15 países há mais de 25 anos e que atua no Brasil desde 2016 em regiões instáveis, de acolhimento de refugiados de zonas de conflito, desastres ecológicos ou de vulnerabilidade social.

O “Palhaços nas Ruas” se alia ao já existente “Ocupa Riso”, da ONG Palhaços sem Fronteiras. “Essa itinerância nos permite prosseguir em nossa trajetória, apresentando espetáculos de rua e alcançando novas plateias, pois sabemos que a sensibilidade e o interesse pela arte residem não apenas nos pequenos núcleos com acesso contínuo à vasta produção cultural do país, mas também no espectadores eventuais que se sensibilizam e descobrem sua capacidade de fruição quando em contato com obras de real valor artístico”, diz Fernando Sampaio, da Cia LaMinima.

Cia LaMínima, fundada em 1997, desenvolve espetáculos para salas de teatro e também para a rua baseados na linguagem do circo-teatro e a figura do palhaço. Ao longo desses 22 anos de trajetória, a companhia produziu 15 espetáculos se apresentando em todo o país e conquistando diversos prêmios, como o Prêmio Shell de Teatro, APCA, Prêmio Governador do Estado para a Cultura (wwww.laminima.com.br).

Palhaços Sem Fronteiras Brasil é uma organização social sem fins lucrativos fundada em 2016, momento em que foi aceita como integrante da Palhaços Sem Fronteiras Internacional – Clowns Without Boders International (CWBI). Sua principal atuação é a realização de espetáculos de palhaçaria e artes circenses destinadas para campos de refugiados, abrigos, ocupações, alojamentos, transcendendo barreiras culturais, de idioma, políticas, sociais e religiosas (www.palhacossemfronteiras.org.br).

Ficha Técnica

Concepção: Fernando Sampaio, Fernando Paz e Filipe Bregantim

Elenco: LaMínima e Palhaços sem Fronteiras

Direção: Fernando Sampaio

Direção Musical: Fernando Paz e Filipe Bregantim

Operação de Som: Guilherme Diniz e Luana Alves

Adereços: Maria Zuquim

Pintura Artística: Cesar Rezende (Basquiat)

Manutenção e Motorista: Luiz Fernando Pascuti

Produção Executiva: Priscila Cha

Produção: Chai Rodrigues

Assistência de Produção: Rafael Procópio e Vanessa Zanola

Supervisão Geral: Fernando Sampaio

Agenda das Apresentações

04 de outubro de 2019, às 15h

Centro Cultural Arte em Construção (Av. dos Metalúrgicos, 2100 – Cidade Tiradentes – São Paulo/SP)

07 de outubro de 2019, às 10h

CEU Veredas (Rua Daniel Muller, 347 – Itaim Paulista – São Paulo/SP)

08 de outubro de 2019, às 14h e às 15h

EMEI Jardim Maria Luisa (Avenida Luigi Arditi 478 – Pedreiras – São Paulo/SP)

10 de outubro de 2019, às 9h30

CEU Jambeiro (Av. José Pinheiro Borges, 60 – São Paulo/SP)

12 de outubro de 2019, às 11h

CEU São Rafael (R. Cinira Polônio, 100 – Conj. Promorar Rio Claro, São Paulo/SP)

13 de outubro de 2019, às 12h

Campo de Futebol do Capão (Rua Francisco da Cruz Melão s/n – Horto do Ipê – São Paulo/SP)

19 de outubro de 2019, às 16h30

Fábrica de Cultura Brasilândia (Av. General Penha Brasil, 1200 – São Paulo/SP)

27 de outubro de 2019, às 11h

Praça Brasil (Av. Nagib Farah Maluf, s/n – Conj. Res. José Bonifácio)

04 de novembro de 2019, às 11h

CEU Guarapiranga (Estrada da Baronesa, 1120 – Parque Bologne – São Paulo/SP)

06 de novembro de 2019, às 10h

CDC União do Parque São Rafael (Rua Frei Mateus de Assunção, 320 – Parque São Rafael)

SIGA-NOS

9,705SeguidoresSeguir
38,423SeguidoresSeguir

INSTAGRAM

O útero artificial que vai salvar vidas

Espera-se que esteja pronto para utilização em clínicas nos próximos cinco anos. Este útero artificial, desenvolvido por uma Universidade holandesa, tem...

ONU e a dívida dos EUA

Os Estados Unidos vão pagar, antes do final do ano, “a maior parte” da sua dívida de 2019 à ONU, organização que...

Judocas paulistas participam de intercâmbio no Japão

Parceria entre Ajinomoto do Brasil e Federação Paulista de Judô levará 18 jovens entre 15 e 17 anos para treinamento na...