Bloco Calor da Rua se apresenta na Casa Natura Musical com show de abertura da drag queen Potyguara Bardo

Por

A temporada de carnaval que leva a folia para a Casa Natura Musical durante o verão tem continuidade com o Bloco Calor da Rua – liderado pelos integrantes da banda francisco, el hombre -, que irá promover uma noite de festa no dia 1º de fevereiro, sábado, a partir das 20h30. O show de abertura fica por conta da drag queen Potyguara Bardo, que lançou o disco Simulacre em 2018.

O bloco trouxe o calor às ruas pela primeira vez em 2017, atraindo cerca de 3 mil pessoas para região do Bixiga. Em sua estreia, desfilou com uma bateria pequena, formada por cerca de 25 ritmistas da bateria universitária Bandida, formada por alunas e alunos da EACH-USP. No ano seguinte, em 2018, o Calor da Rua cresceu e atraiu 20 mil pessoas. As ruas do Bixiga ficaram pequenas para a proporção do bloco e, em 2019, o trajeto foi alterado e mudou-se para a Praça da República. O desfile reuniu, além da banda e da bateria, articuladores culturais e artistas de São Paulo.


Entre as músicas no setlist do desfile de 2019 estavam faixas do SOLTASBRUXA (2016), primeiro álbum da francisco, el hombre, em que se encontram as músicas Calor da Rua, que dá o nome ao bloco, e Triste, Louca ou Má, indicada ao Grammy Latino 2017 por melhor canção em língua portuguesa. Músicas do álbum mais recente, RASGACABEZA (2019), também entram no repertório.

Bloco Calor da Rua

Show de abertura: Potyguara Bardo

Dia 1º de fevereiro – Sábado. Abertura da casa: 20h30

Ingressos: Pista Lote 1 – R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia). Pista Lote 2 – R$ 50 (inteira) e R$ 25 (meia). Pista Lote 3 – R$ 60 (inteira) e R$ 30 (meia). Pista Lote 4 – R$ 80 (inteira) e R$ 40 (meia). Bistrô – R$ 100 (inteira) e R$ 50 (meia). Camarote – R$ 120 (inteira) e R$ 60 (meia).

Classificação: Livre.

Duração: 120 minutos.

Capacidade: 710 pessoas.

Casa Natura Musical

Inaugurada em maio de 2017, a Casa Natura Musical celebra dois anos como um dos espaços mais relevantes e antenados do circuito cultural de São Paulo, tendo sido eleita como a melhor casa de shows de grande porte da capital paulista (O Estado de S. Paulo, em 5/10/18) e o Melhor Espaço Para Shows (Blog do Arcanjo / UOL, em 2/1/19). Com total visibilidade de qualquer ponto da plateia, a Casa oferece uma combinação de conforto e qualidade musical, configurando-se como palco ideal para abrigar nomes consagrados, novos talentos e projetos especiais. A Casa é comprometida com pautas que convidam o público a participar de reflexões e discussões muito presentes nos dias de hoje por meio de uma programação pulsante, diversa e inclusiva. Uma de suas propostas fundamentais é proporcionar experiências e conteúdos engajadores, dando voz a diferentes pessoas e movimentos. Localizada em Pinheiros, o empreendimento soma os esforços dos empresários Paulinho Rosa e Edgard Radesca aos da cantora e compositora Vanessa da Mata. O patrocínio é da Natura, empresa que há quase 15 anos destaca-se pela atuação na valorização da produção contemporânea e da identidade musical brasileira por meio da plataforma Natura Musical.

SIGA-NOS

9,705SeguidoresSeguir
36,840SeguidoresSeguir
Redação
Redação
Desde 1998, com foco numa maior oferta de conteúdo relevante e de interesse público, o Grupo A Hora é uma agência de noticias, ciente das preocupações da comunidade.

MEC estuda restabelecer cotas na pós-graduação

O Ministério da Educação (MEC) tornou sem efeito uma portaria, assinada pelo ex-ministro Abraham Weintraub, que acabava com cotas para negros, indígenas e pessoas com...

A Alemanha colonialista

"Nosso futuro está na água" Sob o chanceler Otto von Bismarck, o Império Alemão estabeleceu colônias nos atuais territórios da Namíbia, Camarões, Togo, partes da...

Coronavírus: Indígenas no Amazonas isolados para fugir da contaminação

A iminente chegada do coronavírus fez com que cerca de 150 indígenas procurassem refúgio no seio da Floresta Amazónica para evitar o contágio entre...