Intercâmbio para voos espaciais

Por

As agências espaciais da Rússia e Estados Unidos, Roscosmos e Nasa, respetivamente, estão em negociações para o intercâmbio mútuo de lugares para que as suas tripulações possam voar à Estação Espacial Internacional (EEI) nas naves de ambos países.

“A Roscosmos e a Nasa conversam sobre o intercâmbio de lugares nas viagens à EEI, para que os astronautas russos possam voar nas naves americanas e os astronautas americanos continuem a voar nas nossas naves”, disse um representante da agência russa no 65º aniversário do cosmódromo de Baikonur, no Cazaquistão.

Em declarações reproduzidas pela agência Interfax, o representante da Roscosmos no Cazaquistão, Anatoli Krasnikov, mencionou o “surgimento de um novo meio de transporte” que cria a “urgente necessidade dos tripulantes que voam à EEI saberem operar ambos os sistemas de transporte”.

Krasnikov referiu-se ao lançamento da cápsula Crew Dragon, da empresa SpaceX, que se acoplou à EEI com dois astronautas americanos a bordo no passado fim de semana.

Este foi o primeiro lançamento tripulado feito desde solo americano, a bordo de um foguetão americano e uma nave americana desde 2011, quando a Nasa suspendeu o programa do Space Shuttle. A missão também marcou o início dos voos comerciais à órbita terrestre.

De acordo com Krasnikov, a Roscosmos ficou “sinceramente feliz” com o sucesso dos colegas americanos: “De todo o coração, damos os nossos parabéns, isto é fabuloso”, comentou.

Kransnikov acrescentou que o fato de os EUA terem voltado a lançar as próprias missões de solo americano não significa que Baikonur -de onde foram lançadas as tripulações da Roscosmos, Nasa e Agência Espacial Europeia à EEI nos últimos anos- irá ficar sem voos.

“A Rússia tem múltiplos programas próprios, programas de investigação que precisam de ser implementados com ajuda das capacidades da EEI. Certamente que vamos continuar a enviar os nossos astronautas à plataforma”, destacou.

“Naturalmente, o centro de lançamento de Baikonur e a infraestrutura construída nele serão utilizados para isso. E a parte americana também está interessada em continuar a utilizar as capacidades do nosso sistema de transporte”, complementou.

Fonte:EFE

SIGA-NOS

9,705SeguidoresSeguir
36,340SeguidoresSeguir
Paula Tooths
Paula Tooths
Jornalista, produtora de TV e escritora, autora de sete títulos publicados no Reino Unido. | Londres - Miami

Este ano, diferente das edições anteriores, o evento será em todo o estado e no formato digital Santa Catarina, Brasil, setembro de 2020 - Nos...

Como a implementação de políticas de segurança pode auxiliar na proteção de dados corporativos

ESET mostra como políticas de segurança podem evitar catástrofes financeiras para as empresas São Paulo, setembro de 2020 - A segurança dos arquivos e de...

SOLIDARIEDADE EM TEMPOS DE PANDEMIA UNE COMUNIDADE LATINA DO EXTERIOR

A pandemia do novo Coronavírus (COVID-19) trouxe à tona diversas reações em todo o mundo. Algumas comunidades latinas, por exemplo, contaram com personalidades que...