Como fazer a reposição correta de vitaminas e minerais

Por

As vitaminas e minerais são fundamentais para o correto funcionamento do organismo, determinando a saúde, mas também beleza, como no fortalecimento das unhas, cabelos e a hidratação da pele.

Uma dieta balanceada é essencial para o equilíbrio nutricional e caso a alimentação não contemple todos os nutrientes, pode ser necessário fazer a reposição de vitaminas. No entanto, ela precisa ser prescrita por um especialista, garantindo que seja correta e adequada às carências individuais.

9 vitaminas e minerais e a importância para o organismo

Cada vitamina e mineral atende uma necessidade específica do organismo de forma que a diversidade na alimentação garante que todos eles sejam ingeridos. A seguir entenda como cada nutriente atua no corpo.

1. Vitamina A

Essa vitamina colabora no bom funcionamento do sistema imunológico, na visão e crescimento dos tecidos, sendo que a falta dela no organismo pode causar infecções recorrentes e alterações na qualidade da visão.

2. Vitaminas do complexo B

O complexo B inclui 12 vitaminas que atuam na formação do sangue e circulação, no bom funcionamento da atividade mental. O déficit dessas vitaminas pode levar à fadiga, depressão e dores de cabeça recorrentes.

3. Vitamina C

A vitamina é muito conhecida pela sua importância no fortalecimento do sistema imunológico, mas também participa a cicatrização de feridas, absorção adequada de ferro e é um antioxidante, influenciando muito na aparência da pele e dos cabelos.

O déficit desta vitamina resulta em resfriados recorrentes, anemia e problemas de cicatrização.

4. Vitamina D

A vitamina D é importante na absorção do cálcio, influenciando a formação óssea e fortalecimento do sistema imunológico. A falta dela pode resultar em doenças autoimunes e inflamação intestinal.

Destaca-se que além da alimentação, para se ter níveis de vitamina D adequados é preciso se expor ao Sol, de forma saudável, diariamente.

5. Vitamina E

A vitamina E atua no sistema imune e também é um antioxidante, prevenindo o envelhecimento celular. A falta dela pode causar cansaço, problemas de cicatrização e taquicardia.

6. Cálcio

O cálcio é um mineral que atua na coagulação sanguínea e fortalecimento ósseo, sendo que sua falta pode causar osteoporose, dentes frágeis, cãibras e pressão alta.

7. Ferro

O ferro é responsável pelo transporte de oxigênio nas células e tecidos, sendo que o déficit desse mineral pode causar anemia, levar à perda de cabelo e causar cansaço excessivo.

8. Iodo

O iodo atua na produção hormonal da glândula tireóide e influencia a fertilidade, o correto funcionamento de enzimas e o desenvolvimento neurológico. Sua falta pode provocar alterações na tireoide, como o hipotireoidismo.

9. Zinco

O zinco atua no sistema imunológico, melhora a cicatrização, o funcionamento enzimático e é antioxidante. Caso haja déficit desse mineral, o paciente pode sentir cansaço frequente, baixa imunidade e problemas para cicatrizar feridas.

Como fazer a correta reposição nutricional?

Como visto, vitaminas e minerais atuam em diversos processos fundamentais para um bom funcionamento do organismo e manutenção da saúde. No entanto, a reposição por meio de suplementos nem sempre é indicada.

Para que o organismo funcione corretamente é importante que as vitaminas e minerais estejam em equilíbrio, sendo que o excesso de determinado nutriente é mais prejudicial do que benéfico à saúde.

O excesso de vitamina A no organismo, por exemplo, pode causar a intoxicação do fígado.

Dessa forma, para que a reposição nutricional seja correta é importante que sejam realizados exames identificando se realmente existe carência ou excesso de alguma vitamina ou mineral no organismo.

O ideal é que a reposição de vitaminas e nutrientes seja realizada conjuntamente com uma reeducação alimentar, para que as deficiências possam ser supridas naturalmente com o tempo.

Existem diversos indícios do déficit nutricional no organismo sendo os principais deles a baixa imunidade, com infecções e doenças recorrentes, cansaço, indisposição e fraqueza.

Os sinais da deficiência nutricional também se manifestam na aparência, como por meio da queda de cabelo ou fraqueza capilar, unhas fracas e opacas e falta de hidratação dos cabelos e da pele.

Por exemplo, a queda de cabelo pode ser causada pela deficiência de ferro, vitamina D e zinco, mas apenas um médico especialista em cabelos poderá fazer essa avaliação corretamente e prescrever suplementos, se necessário.

Se identificar alterações é importante buscar um profissional para avaliar as carências nutricionais existentes para que, caso a reposição seja prescrita, ela seja compatível com as necessidades do organismo.

SIGA-NOS

9,705SeguidoresSeguir
36,258SeguidoresSeguir
Paula Tooths
Paula Tooths
Jornalista, produtora de TV e escritora, autora de oito títulos publicados no Reino Unido. | Londres - Miami

Pintura de Banksy vendida por quase US$10 mi

Uma pintura do artista de rua britânico Banksy foi leiloada por 9,9 milhões de dólares (cerca de 55 milhões de reais) na noite desta...

Italy: cão nasce com pelo verde

O agricultor italiano Cristian Mallocci não podia acreditar no que viu quando a cadela Spelacchia, um de seus oito cães, deu à luz um...

Clarah Passos integra o elenco de ‘João e Maria – O Musical’ com direção de Fernanda Chamma

Em cartaz no Teatro D, a atriz Clarah Passos integra o elenco da versão inédita musical para o conto dos irmãos Grimm, com direção...