CPT_SESC estreia “Aproximações Pedagógicas: A Formação do Ator”.

Por

Em 28 de outubro, quarta-feira, o CPT_SESC estreia “Aproximações Pedagógicas: A Formação do Ator”. A série de áudios, em oito episódios disponibilizados semanalmente no Sesc Digital, traz entrevistas com integrantes de equipes docentes das principais escolas de formação em Artes Cênicas de São Paulo.
No primeiro capítulo, José Fernando de Azevedo, Cristiane Paoli Quito, Mônica Montenegro e Tarina Quelho falam sobre a Escola de Arte Dramática da USP – EAD, que desde a década de 1940 vem contribuindo para a renovação e a profissionalização do teatro brasileiro.
Para os próximos episódios estão previstas conversas sobre: a Fundação das Artes de São Caetano do Sul, com Vanessa Senatori; a Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo (ECA/USP), com Luiz Fernando Ramos; o Célia Helena – Centro de Artes e Educação, com Lígia Cortez; o Instituto de Artes da Unicamp (IA), com Verônica Fabrini; a Escola Livre de Teatro de Santo André (ELT), com Cuca Bolaffi e Patricia Gifford; o Instituto de Artes da Unesp, com Lúcia Romano; e a SP Escola de Teatro, com Ivam Cabral.
Por meio das entrevistas, Aproximações Pedagógicas: A Formação do Ator faz um percurso cronológico que possibilita construir um panorama da criação e produção do teatro moderno no Brasil, seu pensamento pedagógico e apontamentos para o futuro.
Nesse percurso serão abordados ainda as transformações do país, do teatro brasileiro e dos processos de ensino, a profissionalização de artistas e técnicos, as mudanças nas universidades e no entendimento sobre a formação artística, além do surgimento de coletivos teatrais.
A série Aproximações Pedagógicas: A Formação do Ator tem direção de Eliane Leme, com pesquisa, roteiro e apresentação de Mariana Delfini.

 

Serviço
Aproximações Pedagógicas: A Formação do Ator

Série de áudios em 8 episódios

De 28 de outubro a 16 de dezembro – Novos episódios, semanalmente, às quartas-feiras, a partir das 11h30.

Disponível em: https://sesc.digital

Classificação indicativa: livre

 

Sobre o CPT_SESC

Coordenado por Antunes Filho, o Centro de Pesquisa Teatral foi criado em 1982 como laboratório permanente de criações teatrais, formação de atrizes, atores, dramaturgas e dramaturgos. Ao longo das décadas, ganhou reconhecimento da crítica e de seus pares no Brasil e em outras partes do mundo como referência no fazer teatral. Passado um ano da morte do diretor, o CPT propõe expandir suas ações em busca do constante desenvolvimento que o teatro contemporâneo exige, mantendo o diálogo com o seu legado.
Em tempos de distanciamento social, a programação do CPT_SESC acontece online, ampliando o acesso ao Centro que é referência da área teatral: formou mais de mil profissionais das artes cênicas e criou dezenas de espetáculos.
A programação, disposta em cinco eixos temáticos: Formação de Atores; Criação e Experimentação; Dramaturgia; Cenografia; e Memória, Acervo e Pesquisa, reúne artistas e técnicos com diversas formações, atuantes em diferentes instâncias da produção teatral, a fim de buscar a realização de um trabalho interdisciplinar a que sempre se propôs o CPT.
Confira a programação completa em www.sescsp.org.br/cpt e nas redes sociais:

instagram.com/cptsesc

facebook.com/cptsesc

twitter.com/cptsesc

youtube.com/cptsesc

 

SIGA-NOS

9,705SeguidoresSeguir
36,125SeguidoresSeguir
Paula Tooths
Paula Tooths
Jornalista, produtora de TV e escritora, autora de oito títulos publicados no Reino Unido. | Londres - Miami

Thanksgiving Day – o feriado Americano que comemora o Dia de Ação de Graças

Nos Estados Unidos Tudo começou em 1620, quando um pouco mais de 100 "Pilgrims", ou peregrinos, povos nativos da Inglaterra embarcaram para a América num...

13.ª Festa do Cinema Italiano

A 13.ª Festa do Cinema Italiano, adaptada aos tempos de pandemia da covid-19, arranca na quarta-feira em Lisboa, com a exibição de “Pinóquio”, de...

Home office: deveria ser um direito?

A possibilidade de trabalhar à distância 24 dias por ano – é isso que o ministro alemão do Trabalho, Hubertus Heil, quer para os...