Thursday, February 25, 2021

300 Franchising e Los Paleteros unem forças em rede de alimentação projetada para os desafios da sazonalidade

Por

Melt & Co., que oferece sorvetes, açaí e fondue de chocolate no formato self-service, projeta contar com 100 unidades até o final de 2021

A holding de franquias 300 Franchising e a paleteria Los Paleteros uniram-se em uma joint venture voltada ao segmento de alimentação. A Melt & Co., que oferece sorvetes, açaí e fondue de chocolate no formato de atendimento self-service, já conta com uma operação em Curitiba e prepara sua expansão com uma meta arrojada: pelo menos 100 unidades comercializadas até o final de 2021.

Com um conceito complementar ao da famosa rede de paleterias, a Melt & Co. foi concebida para ser um modelo de negócios sólido, inabalável por variações sazonais e capaz de garantir rentabilidade aos investidores ao longo de todo o ano, suportando também eventuais crises macroeconômicas. Até o momento, a rede já conta com quase 30 contratos comercializados – as primeiras inaugurações estão previstas para janeiro.

 

A ideia é simples: enquanto os sorvetes tendem a vender mais em dias quentes, os fondues combinam com o frio. Já o açaí, que vem ganhando espaço na preferência nacional, tende a um histórico de vendas linear durante o ano todo. “Identificamos uma série de dores de quem atuava neste mercado e, a partir disso, criamos um negócio anti frágil”, explica Gean Chu, fundador da Los Paleteros e co-fundador da Melt & Co. ao lado dos irmãos Leonardo e Leandro Castelo, da 300 Franchising.

 

Custos operacionais reduzidos

 

O empresário revela que a ideia da criação de uma nova marca surgiu depois de uma série de conversas com os irmãos Castelo. “Nós temos uma amizade antiga e sempre trocamos muitas informações. Então nos perguntamos: por que não montamos um negócio juntos?”, conta Chu. “Foi assim que nasceu a Melt & Co.”

 

Conforme o empresário, o modelo de negócio da nova marca foi concebido para reduzir os custos operacionais dos franqueados. “Toda a produção foi trazida para dentro da loja. A Los Paleteros, por exemplo, tem uma forte dependência de logística de ultracongelados, que é a logística mais cara possível para o segmento. Na Melt, com a produção sendo feita na loja, conseguimos utilizar o transporte seco, reduzindo custos de logística e aumentando a lucratividade”.

 

Além de facilitar e baratear os custos, a utilização de ingredientes secos também facilita a diversificação do cardápio de forma temporária ou permanente sem a necessidade de gastos adicionais. “Assim, conseguimos trabalhar uma variedade de sabores maior”, explica Chu. “Se quisermos todo mês trazer um sabor novo, como graviola e cupuaçu, por exemplo, conseguimos fazer isso de maneira fácil.”

 

Horários de funcionamento flexíveis

 

O conceito de negócio da Melt & Co. foi desenvolvido para ser replicado em lojas de rua, em bairros afastados dos shoppings, o que também reduz custos operacionais. “Nos shoppings, temos uma série de limitações. A loja de rua tem menor custo e maior liberdade de gestão em dias e horários de operação”, comenta Chu. “Quando vendemos uma franquia, vendemos um sonho. E faz parte do sonho do empreendedor que ele consiga ter um momento para dedicar a ele próprio e a sua família.”

 

Conforme Leonardo Castelo, da 300 Franchising, o modelo pode ser adotado em cidades com perfis diferentes. “Se em uma determinada loja faz sentido o horário de funcionamento se estender até meia-noite e em outra o ideal seria trabalhar durante o dia fechar às sete horas da noite, o franqueado tem liberdade para poder fazer isso tranquilamente, algo que não acontece no shopping.”

 

Empreendimento liderado pelos irmãos empresários Leandro e Leonardo Castelo, fundadores da Ecoville – a maior rede de produtos de limpeza com centenas de lojas espalhadas pelo país –, a 300 Franchising completou um ano de fundação em julho, reúne mais de 30 marcas de vários setores de atividade e já negociou mais de 2 mil unidades de franquias e micro franquias desde sua criação. Até o final de 2021, o objetivo é contar com 100 marcas aceleradas.

 

Contabilidade e marketing centralizados

 

Com investimento inicial a partir de R$ 180 mil, a Melt & Co. oferece aos franqueados um sistema de operação facilitado, com produtos exclusivos e alta lucratividade. Graças ao sistema de self-service, uma loja pode ser operada por apenas uma pessoa nos horários de baixa circulação de clientes – outra forma de racionalização de custos operacionais.

 

Na área de gestão, toda a contabilidade das unidades é centralizada pela própria franqueadora, e os franqueados contam com treinamento financeiro realizado por uma empresa especializada em franquias. “Trouxemos profissionais de suporte de altíssimo nível”, garante Chu. “Manter toda a contabilidade centralizada faz com que tenhamos acesso mais rápido e fidedigno à situação das lojas, conseguindo sermos mais assertivos na proposição de ações específicas para cada unidade”.

 

Além disso, as franquias contam com o trabalho da franqueadora na automação das ações de marketing, incluindo a participação no Clube Melt, programa de fidelidade que inclui cashback e gera campanhas visando estreitar o relacionamento com os clientes. “Quem faz automações de marketing para o franqueado é empresa nacional”, explica Chu. “Assim, o franqueado tem aceso a um marketing extremamente sofisticado sem precisar ter conhecimento sobre isso.”

 

SAIBA MAIS
Franquia: Melt & Co.
Investimento inicial: entre R$ 180 mil e R$ 190 mil
Investimento na loja: R$ 130 mil
Taxa de franquia: R$ 30 mil
Capital de giro: de R$ 20 a R$ 30 mil (dependendo da localização)
Retorno de capital: de 12 a 24 meses
Royalties: 5% do faturamento bruto
Fundo de marketing: 2%
Informações: 
contato@meltco.com.br
WhatsApp: (47) 99156-3615

SIGA-NOS

9,705SeguidoresSeguir
36,066SeguidoresSeguir
Redação
Redação
Desde 1998, com foco numa maior oferta de conteúdo relevante e de interesse público, o Grupo A Hora é uma agência de noticias, ciente das preocupações da comunidade.