Friday, December 3, 2021

Américas: mais de 474mi vacinas administradas

Por

A vacinação contra a covid-19 nas Américas chegou à marca de 474,5 milhões de doses administradas, de acordo com a Organização Pan-Americana da Saúde (Opas), mas a grande lacuna entre os países permanece, com os Estados Unidos respondendo por quase metade do total.

De acordo com dados do portal “Our World in Data”, da Universidade de Oxford, a América do Sul aplicou 114,3 milhões de doses, menos da metade do que o número registrado nos EUA (290,7 milhões).

No final da lista estão Venezuela, Paraguai e os países do Triângulo Norte centro-americano – com exceção de El Salvador.

Já o Canadá vive uma situação paradoxal: apesar de 50% de sua população já estar inoculada com ao menos uma dose, apenas 4,6% dela completou o processo de imunização, o que coloca o país atrás de Costa Rica (11,59%), México (9,24%), Panamá (7,91%) e Colômbia (6,24%) neste quesito.

 

CUBA VÊ APROVAÇÃO DE VACINA SOBERANA 02 MAIS PERTO.

 

A terceira e última fase dos ensaios clínicos da vacina experimental cubana Soberana 02 terminou nesta sexta-feira.

A Soberana 02 e a Abdala – que já concluiu sua fase 3 no início de maio – são as duas potenciais vacinas mais avançadas entre as cinco que Cuba está desenvolvendo contra a covid-19. Se esses estudos provarem sua eficácia, elas se tornarão as primeiras vacinas desenvolvidas na América Latina contra a doença transmitida pelo novo coronavírus.

 

PARCERIA ENTRE ARGENTINA E MÉXICO.

 

Após meses de atraso, o primeiro lote da vacina da AstraZeneca produzido em conjunto entre México e Argentina estará disponível neste fim de semana em ambos os países, que estão em situações muito diferentes na luta contra a pandemia de covid-19.

Enquanto o México vive seu melhor momento, com redução de contágios e mortes, a Argentina passa por seu pior período, com aumentos em ambos.

As primeiras 800 mil doses para a Argentina e o mesmo número para o México foram anunciadas na terça-feira, em entrevista coletiva, pelo presidente mexicano, Andrés Manuel Lopez Obrador.

 

70% DA POPULAÇÃO EM 7 ESTADOS DOS EUA ESTÁ VACINADA.

 

Sete estados dos EUA administraram uma dose da vacina covid-19 a pelo menos 70% da população, de acordo com o Centro de Controle e Prevenção de Doenças do país (CDC).

Os estados em questão são Rhode Island, Havaí, Maine, Massachusetts, New Hampshire, Nova Jersey e Vermont.

 

50% MENOS MORTES EM ADULTOS IDOSOS EM BOGOTÁ.

 

A capital da Colômbia, Bogotá, teve uma notícia alentadora em meio ao quadro preocupante nas Américas. Graças à vacinação, a mortalidade em adultos acima de 70 anos na cidade foi reduzida em 50% durante a terceira onda local da pandemia, que foi a mais longa e letal desde o início da crise sanitária no país.

 

BAIXO NÚMERO DE VACINAS NO PARAGUAI.

 

Enquanto alguns países têm um excedente de vacinas, outros contam com estoques mínimos, como é o caso do Paraguai, que tem apenas 707.400 doses para executar o plano de imunização de cerca de 4,7 milhões de seus 7 milhões de habitantes.

A campanha nacional de vacinação, que tem como alvo pessoas nascidas a partir de 1956, precisou ser interrompida em seis departamentos do país na semana passada, devido à falta de doses disponíveis.

 

VACINAÇÃO DE JOGADORES DE FUTEBOL.

 

A Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol), através dos esforços do governo do Uruguai, obteve uma doação de 50 mil doses de vacinas para distribuir entre seus 10 países membros.

A entidade enviou um comunicado às confederações nacionais para informá-las que suas seleções devem receber a primeira dose da vacina contra a covid-19 como “condição inevitável” para os jogadores participarem da Copa América – que, após a saída da Colômbia como co-organizadora, pode ser disputada apenas na Argentina.

Fonte:EFE

SIGA-NOS

9,705SeguidoresSeguir
34,745SeguidoresSeguir
Paula Tooths
Jornalista, produtora de TV e escritora, autora de oito títulos publicados no Reino Unido. | Londres - Miami